sábado, 16 de maio de 2009

Um comentário:

Maria das Graças disse...

Quantos de nós por algum motivo não nos perdemos da nossa alma gêmea e andamos pela vida com um fio de esperança de encontrá-la numa virada de esquina ?
Parabéns, amiga!