domingo, 7 de março de 2010



Amazônia

Amazônia , o teu verde
Guarda em teu seio riquezas mil
Que despertam a cobiça de gente gananciosa...mercenária...vil!
Seus algozes te ferem a alma ... tiram de ti todo o bem que podem arrancar...
Madeireiros ... fazendeiros e até estrangeiros sonhando de ti se apoderar!
Assassinam os povos nativos ou os expulsam do lugar.
Derrubam matas, poluem rios... ferem de morte ao coração do Brasil.
Falando em estrangeiros , cuidado com eles temos que tomar
Pois são lobos em pele de cordeiro
Para a gente brasileira não desconfiar...
Travestem-se de defensores da natureza
Mas o que querem mesmo é à nossa fauna e à nossa flora roubar!
Intrusos disfarçados de catalogadores de borboletas
Como se brasileiro fosse povo demente
E tarefa singela como essa não conseguisse desempenhar!
Se não ficarmos atentos
De nossa Amazônia vão se apoderar
Como já o fazem em alguns lugares da nossa mata
Onde brasileiro sem autorização estrangeira não pode entrar.
Acorda , Brasil!
Querem com o nosso verde acabar!!
O cinza da devastação às nossas matas substituirá !
Da onça pintada , macaco prego, cupuaçu, camu camu nunca mais se ouvirá falar...
Com o vermelho do sangue dos nossos patrícios mãos assassinas irão se pintar!
Aos nossos netos,toda essa tragédia, como vamos explicar?
Mas a Amazônia ainda é nossa ...dá tempo salvar!
Do mapa do Brasil não podemos vê-la se apagar!
E como o fez Chico Mendes
Em defesa da Amazônia brasileira, vamos lutar!

2 comentários:

yago disse...

Linda poesia, Adorei a sátira =D

Emy disse...

sem se levantar contra essa corja de assassinos, sim! assassinos..vamos acabar perdendo o NOSSO CORAÇÃO, como disse.
ATENÇÃO!PARTICIPAÇÃO!UNIÃO!
isso pode salvá-lo