terça-feira, 22 de junho de 2010

SONHO CABOCLO


Casinha branca no alto da colina
Melancólico arrebol em torno dela
Lírios perfumados desenham florais em suas janelas
Atraindo borboletas azuis, vermelhas e amarelas.

Ansiosa vou te esperando
Sobre a janela debruçada
Rosa vermelha no cabelo enfeitando
Olhar fixo na estrada.

Em seu alazão vejo você chegando
Como um príncipe encantado em seu cavalo alado
Chapéu de aba , uma canção assoviando
Acompanhado pela passarada.

Que delícia te ver chegar e por mim ir logo chamando
Vem cá , cabocla amada, a saudade está me matando
Em teus braços sou forte , Zeus , senhor dos raios e trovões
Sem seu carinho perco a calma, fico sem graça , dilacero o coração!

7 comentários:

diego disse...

parabens pelo seu trabalho dessas poesias que vc tenhe por sua vida muito bem ...

roberto disse...

Oi linda.Suas poesias são lindas como vc.Parabéns pelo seu trabalho.Espero que vc continue fazendo muitas poesias e que cada vez mais se realize profissionalmente.Tudo de bom para vc.Beijão

Karinne disse...

Lindo ,lindooo!!

Flipe... disse...

Linda poesia! Tão melancólica na primeira estrofe. Tão ansiosa na segunda. Na terceira, imponente! E na quarta a junção de tudo isso, celebrada no amor.

Tatiana disse...

Fico imensamente feliz quando encontro um blog assim...Repleto de bons escritos!
Seu dom é maravilhoso!
Passarei a acompanhar as suas postagens!

Um abraço carinhoso

ADRIANA disse...

Querida amiga,tenho orgulho de vc.
PARABÉNSSSSSSSSSSSSSSSS!
Seu blog tá mto lindo!Apaixonante!
Sua cara.Me emocionei com a homenagem da sua mãe e das suas filhas.Bjãoooooooooooooo. Gsto mtão de vc.SUA ETERNA AMIGA ADRIANA BARRETO.

Fafá_carreira das letras disse...

Uma doçura imponente se faz presente, a magia de sentir no rosto a brisa que entra pela janela... através dos seus textos senti a expressão de meus sentimentos, e a poesia é isto, ela toca diferentes pessoas, em diferentes momentos, o poeta é apenas seu instrumento. Parabéns pelo teu trabalho, (digo trabalho por acredito que "dom" soa como "teve sorte", e na maioria das vezes não como "estudou", "buscou conhecer")gostei da delicadeza na métrica, deu bastante enfase para o sentimento em si... Então mais uma vez parabéns pelos textos!